domingo, 31 de julho de 2011

Reunião com os representantes de TVs

Ao contrário da reunião com os parlamentares, que foi um sucesso de público, os representantes das TVs locais, aparentemente, não entenderam a proposta da reunião marcada para às 10h do dia 30 de julho com a coordenação do Seminário e o público interessado no assunto.

Com exceção das TVs Tucuju e Tarumã, ambas representadas por Darlan Costa, os representantes das demais televisões de Macapá não compareceram à reunião, embora tenham recebido convite formalizado por meio de ofício.

Mesmo assim, a reunião aconteceu. Os presentes reuniram-se em círculo para uma conversa menos formal e mais direta, e o que parecia uma reunião sem grandes propósitos se constituiu em um GT de TV muito interessante e produtivo.

A carta de intenções foi lida por Augusto Pessoa e Mary Paes, membros da equipe organizadora do seminário.

Logo após a leitura e as boas vindas ao público presente, o primeiro a falar foi Darlan Costa. Ele sintetizou sua trajetória como produtor independente de audiovisual em Macapá, e sua experiência dentro do grupo Beija Flor, especificamente, no canal de TV Tucuju. Também esclareceu ao grupo, as diferenças de autonomia de cada TV, sobre a inserção de produtos locais em suas programações.

Há diferenças nas modalidades de TVs, que podem ser repetidoras ou geradoras. As TVs Tucuju/Tarumã, segundo a fala do representante, além de repetidora (transmite produção da matriz) é também geradora, isto é, tem autonomia pra vender ou ceder espaços na sua grade, conforme decisão de seus diretores. Costa ressalta, no entanto, a necessidade de apresentação ao grupo responsável pela TV, de um projeto consistente e objetivo da proposta solicitada.

A discussão contou com idéias e críticas dos presentes, sendo que algumas idéias se transformaram em propostas e farão parte de um documento que será entregue aos responsáveis pelas TVs locais.

Na carta de intenções constam propostas para viabilizar o crescimento e a qualidade das produções do audiovisual amapaense, e a possibilidade de inserção desses produtos na grade de programação das TVs da capital Macapá e demais municípios.

A equipe do I Seminário Amapaense de Audiovisual agradece àqueles que honraram o seu compromisso e compareceram à reunião de TV, por outro lado, sente muito por aqueles que deixaram de contribuir com idéias e críticas para a construção da identidade amapaense do segmento audiovisual.

Importante ressaltar que a carta de intenções traz em seu conteúdo, algumas propostas já discutidas entre o grupo e será publicada na aba “Documentos” deste blog.

(a reunião foi transmitida ao vivo pela internet).

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir